BELO HORIZONTE/ MINAS GERAIS

março 19, 2021

Minas Gerais foi eleita como um dos destinos mais acolhedores do mundo, de acordo com o ranking global do Traveller Review Awards 2021. Essa é a primeira vez que locais brasileiros estão na lista dos “dez mais”. A hospitalidade dos mineiros, as riquezas históricas, as belezas naturais e as comidas típicas estão alçando voos internacionais.
O turismo é a maior indústria sem chaminé do mundo. Em cada 05 empregos, um é diretamente ligado ao turismo. Para incrementar o turismo em Minas Gerais, vários pontos de agrobusiness estão sendo criados, fazendo o elo entre o produtor rural com o turismo, gerando emprego e renda. Vinhos, azeites, cafés, cachaça e queijos premiados em concursos fora do país são atrativos para turistas em várias regiões.
Quando se trata de turismo do vinho, ou do enoturismo, o destaque vai para municípios do Sul de Minas e da região da Mantiqueira. Daí a importância de se contar com secretário de turismo competente e criativo. Assim, dá tudo certo.

Atendimento ao turista

A Prefeitura de João Pessoa por meio da Secretaria de Turismo reabriu há 20 dias o Centro de Apoio ao Turismo, localizado na praia de Tambaú, a área de maior fluxo de turistas na orla marítima da capital paraibana. Nesse período, mais de 300 pessoas procuraram obter algum tipo de informação sobre a cidade, roteiros, restaurantes, comércio e pontos turísticos. O CAT estava fechado há quase 10 meses e ocupado por moradores de rua e até viciados em drogas.
Em apenas uma semana de gestão, a Setur conseguiu reabrir o equipamento, ampliando também os serviços prestados à população que reside em João Pessoa. Além de técnicos da Setur, o local disponibiliza serviços de várias secretarias, a exemplo do Desenvolvimento Urbano, Mobilidade Urbana e Emlur.
O local também ganhou reforço na segurança: uma equipe da Guarda Municipal, que deve ser transformada em guarda especializada no atendimento ao turista, permanece 24 horas do dia, apesar do atendimento no CAT ser feito no horário das 9h às 21h, todos os dias da semana.

Programa de preservação ambiental da Prefeitura de Campina Grande destina pneus usados para empresa de reciclagem do Estado de São Paulo

Parceria existe desde 2016 e garante o recolhimento mensal de até 36 toneladas desse material

Uma parceria entre a Prefeitura de Campina Grande e uma indústria de reciclagem localizada no Estado de São Paulo, a Reciclanip, está promovendo o recolhimento mensal de até 36 toneladas de pneus usados. Além de garantir o descarte correto dos pneus, a coleta desse material evita danos ao meio ambiente e auxilia no combate às doenças, evitando a proliferação de insetos, a exemplo do mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue, Chikungunya e do vírus Zika.
O recolhimento dos pneus usados, cujo destino final é a indústria de reciclagem no Estado de São Paulo, acontece diariamente. Para se ter uma ideia, somente nos dois primeiros meses deste ano já foram coletadas 72 toneladas de pneus considerados inservíveis, ou seja, cerca de 4.400 unidades (média de 2.200 mês).
Em cinco anos da parceria foram coletados, na cidade de Campina Grande cerca de 2.100 toneladas de pneus, que passaram a ser utilizados, de maneira adequada, por uma entidade sem fins lucrativos com sede na cidade de São Paulo.
O trabalho é coordenado desde 2016 pela Secretaria Municipal de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma), que desenvolve um programa de preservação ao meio ambiente, auxiliando dessa forma no combate às doenças e despoluição de áreas públicas, muitas vezes utilizadas indevidamente pela população.

Nenhum Comentário

Os comentários estão fechados.