Roteiro das Grutas

abril 17, 2020

Acordar cedo é um hábito indispensável para quem quer curtir a natureza. Além disso, para fazer este roteiro é preciso roupa de banho e um agasalho, pois este passeio termina com o pôr-do-sol no Morro do Pai Inácio. A primeira chegada foi na Fazenda Pratinha, onde apreciamos a Gruta da Pratinha e a Gruta Azul, ambas possuem tom azulado e águas cristalinas, que lhes garantem uma beleza especial, além do enorme rio de águas cristalinas próprio para um banho bem geladinho. O local dispõe de uma pequena infraestrutura de apoio, com bar, lojinha, restaurante e sanitários, e como a propriedade é particular, paga-se uma taxa de manutenção.
No final do dia chega-se pertinho do céu, escalando os 400 metros de trilha até o Morro do Pai Inácio. Do alto deste mirante natural, tem-se uma visão exuberante da paisagem, que se torna ainda mais encantada ao sol poente. O perfil das serras verde-azuladas se confunde com nuvens douradas, o vento é frio e completa a sensação de se estar no topo do mundo.
No Vale do Capão, município de Palmeiras, outro passeio fascinante é até a Cachoeira da Fumaça, a maior cachoeira do Brasil, a sessenta e oito quilômetros de Lençóis. O visitante segue a pé por uma trilha íngreme e pedregosa de aproximadamente oitocentos metros de extensão, na Serra da Larguinha. À medida que se sobe, a paisagem se descortina para o Vale do Riachinho. Chegando ao topo da serra, a paisagem é fenomenal, gigantesca, deslumbrante. A trilha é repleta de flores, borboletas, lindas flores de cactos e bromélias e riachos gelados.
O Poço Azul é outro lugar encantado. Fica numa gruta bem fechada e escondidinha. Ainda bem que nessa o mergulho é permitido, pois o cenário é digno de filme: Água azul turquesa e cristalina, muito clara, dependendo do horário, quando o sol aparece por uma pequena fenda, lá do alto. Tudo admirável!

Também o Poço Encantado, no município de Itaité, é uma visita obrigatória em qualquer roteiro da região. Lá, a estadia na Pousada Poço Encantado, dos empresários e conjugues, José Américo e Jacira, é recomendável. A Pousada fica em uma casa de fazenda centenária, num ambiente sossegado e cercado pela natureza. Um serviço simpático e descontraído dos proprietários faz o hóspede se sentir em casa. Oferece café da manhã, estacionamento privativo, varanda panorâmica, apartamentos com ar condicionado, Frigobar, TV e internet Wi-Fi.
A cada dia surgem novas opções de passeios na Chapada. As trilhas sugerem, em algumas localidades, a prática de trekking, byke, calvagadas e o rapel.
Lençóis, capital da Chapada Diamantina, hoje é um das cidades mais disputadas pelos turistas na Bahia, desde que foi tombada pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, sendo parte integrante da Chapada Diamantina.

Depois do inesquecível roteiro, retornamos para João Pessoa, com parada de pernoite em Salvador, onde fomos recebidos pelo amigo Carlos Casaes e seu genro Beto, o qual como sempre muito atencioso, nos hospedou no famoso Catussaba Hotel. À noite, mais uma surpresa: o Confrade Casaes nos levou a um passeio no bairro dos famosos (Itapuã), onde conhecemos o point do lugar, terminando a noitada em um restaurante charmoso que para nossa surpresa, era a residência do Vinícius de Morais, funcionando também como museu, que abriga partituras originais, fotografias e alguns objetos do Vinicius. A noite encerrou em reunião com os amigos, em bate-papo descontraído, oportunidade em que nos foi servido um delicioso jantar.

Guet Coelho

Jornalista

Nenhum Comentário

Os comentários estão fechados.