FATOS

outubro 18, 2019

Operação Calvário

Tudo indica que o Conselho Nacional não vai permitir a impunidade nos envolvidos na Operação Calvário. Difícil entender o porquê de no início, essa operação tenha avançado nas investigações e, depois de um estágio avançado, fica paralisada, e agora, dando a entender querer fugir de comentários das redes sociais, ressurge a passos lentos.
Essa lentidão despertou o Conselho Nacional do Ministério, que virá à Paraíba para inspecionar o processo. Por sua vez, a população estarrece-se quando o governo do estado faz que não entende, e trata pessoas envolvidas em falcatruas com indiferença, como se nada estivesse acontecendo, e contrata-as para assumir secretarias de grande influência. Mas, por outro lado, tem esperança que alguns “cascas grossas” irão ver o sol nascer quadrado.
Estamos fazendo um levantamento e se possível na próxima edição listamos todos os envolvidos na corrupção paraibana.
A população quer mostrar ao turista, uma Paraíba justa, de boa.

PBTur promove curso de capacitação

A ABIH Associação Brasileira da Indústria Hoteleira e a Empresa Paraibana de Turismo promovem capacitação para 50 agentes de viagens da Operadora CVC em Santo André, São Paulo.

A responsabilidade de capacitar funcionários é da iniciativa privada, cabendo às empresas, no caso a CVC, preparar os funcionários para crescer com uma base sólida. Já a PBTur, deve aproveitar a oportunidade da ida a Santo André, grande destino emissor de turista para o nordeste, e promover uma campanha no estado de São Paulo, visando despertar o interesse do turista paulista em visitar o nosso estado. Não devemos esquecer os bons tempos quando a então presidente da PBTur, professora Clea Cordeiro, de grande prestígio no Governo, promoveu grandes campanhas Brasil a fora, criando vários eventos de promoção, entre os quais para a Feira de Artesanato, o Brega Areia, Festa do Bode Rei, e claro, o Maior São João do Mundo. Foi também naquele mesmo período, que a Praia de Naturismo Tambaba entrou no roteiro turístico internacional, e o projeto do Centro de Convenções Ronaldo Cunha Lima foi impulsionado, nos anos finais de governo Cunha Lima, sendo entregue ao sucessor o projeto, devidamente aprovado.
A ABIH, está no caminho certo, partir para investida nos destinos mais viáveis.

Confissão espontânea

Recebi uma noticia que para mim não foi surpresa: trata-se de uma confissão espontânea, onde uma jornalista diz que nunca foi torturada. É que, a grande maioria que se diz torturada na época da Intervenção Militar, de 1964 a 1985, era obrigada pelas emissoras de televisão e rádios, ou acreditando nas promessas dos vigaristas que destruíram a economia do país. Mentiam, jurando que eram massacradas e torturadas. para macular a imagem das Forças Armadas. Na verdade, segundo a jornalista, na maioria, são notícias falsas, o que confirmo, porque vivenciei esse período, e me orgulho de ter vivido os melhores momentos de educação, saúde, segurança e dignidade do Brasil.
O que não estou entendendo é o porquê do nosso presidente Bolsonaro estar pretendendo corrigir os desmandos feitos nos últimos 30 anos, o que, pelo visto, sem uma nova intervenção militar fica difícil. Os poderes não permitem, dificultando de todas as formas. O Legislativo, além de só criar leis em beneficio próprio, quando é apresentado um projeto de lei para o beneficio da nação é impugnado. Continuamos à mercê da bandidagem, e esperamos que as Forças Armadas ajudem o presidente a salvar o Turismo brasileiro .

Fernando Duarte

Jornalista – Membro do Conselho da Abrajet Nacional

Nenhum Comentário

Os comentários estão fechados.