D E S T A V E Z V A M O S

setembro 9, 2019

Chega de ver e ouvir tantas notícias ruins, perniciosas para a população pelo mau exemplo, que todos os dias surgem nos meios de comunicação: feminicídios, corrupção, impunidade, etc. Gosto de notícias alegres e boas, que nos levam a agir positivamente em prol da comunidade e de todos. Aqui na Paraíba, o desenvolvimento do turismo vem dando certo a olhos vistos, o que alimenta a esperança de que podemos ver a luz no fim do túnel.

O multisecular Santuário de N. S. da Guia, em Lucena/PB

Em minha crônica de dezembro/18, nesta mesma Revista, escrevi sobre o problema da poluição das nossas mais belas praias da capital paraibana: Cabo Branco, Tambaú e Manaíra. Agora, no final do mês de agosto passado vi, com satisfação, que, finalmente, as medidas adotadas pelo Ministério Público, Cagepa, PMJP e outros estão funcionando.
Inicialmente, pela praia de Manaíra, já foram identificados e notificados 46 poluidores contumazes, entre estabelecimentos comerciais e residências, para que suspendam a curto prazo esse lamentável crime ambiental. Até um hotel foi flagrado despejando esgoto no mar. Foi dado um prazo para regularizarem essa situação e se não o fizerem serão embargados ou interditados, e multados com expressivos valores. Prosseguindo nas atividades, vão cuidar dos poluidores das praias de Tambaú e Cabo Branco.
Outro fato importante a noticiar é o da construção de um grande estaleiro de reparos para navios de médio e grande porte, no município de Lucena, no nosso Litoral Norte, que será o primeiro do Oceano Atlântico Sul. A princípio, serão injetados na economia paraibana cerca de 3,5 bilhões de reais, gerando em torno de 6 mil empregos.
Isso ficou estabelecido em recente reunião em Brasília entre o governador João Azevedo, a vice-governadora Lígia Feliciano e assessores com os diretores da empresas investidoras McQuilling e da IMC YY, com a presença dos ministros Marcos Pontes, da Ciência e Tecnologia e o ministro Paulo Guedes,da Economia, e o representante do Itamaraty. Esse projeto foi inserido no Portfólio do Governo Federal como de interesse do país, que deseja também reativar a navegação de cabotagem.
Essa atitude implicará, por consequência, no crescimento do turismo no Litoral Norte, que já vem caminhando nesse sentido. E, com certeza, com a implantação do estaleiro, o turismo na região se desenvolverá mais rapidamente, pois a geração de um grande número de empregos movimentará a economia local. Com a concretização desse projeto poderemos voltar a sonhar com a almejada ponte ligando as cidades de Cabedelo e Lucena e a construção da rodovia litorânea em demanda ao Rio Grande do Norte.
Por outro lado, é justo lembrar o excelente trabalho na área de turismo que vem sendo realizado há alguns anos pela Fecomércio. Sob o comando do atencioso e atuante empresário Marconi Medeiros, presidente da Federação, da diretora do SESC, Mônica Barros e do diretor do SENAC, muitos trabalhos vêm sendo desenvolvidos em prol do turismo paraibano, especialmente na qualificação de mão-de-obra especializada para atender às necessidades da hotelaria, restaurantes e tantos outros.
Lembramos ainda que, no próximo mês de outubro, nos dias 18 e 19, acontecerá uma nova edição do JPA Travel Market, que se constitui num dos maiores eventos do turismo no Brasil. O JPA receberá grandes empresas de turismo do país, bem como destacados agentes de viagens do Norte/Nordeste. Esse evento tem a direção e coordenação dos empresários de turismo Breno Mesquita, Bruno Mesquita e Claudio Junior.
Por último, lembro que a decisão do Governo Federal de abrir as nossas linhas aéreas nacionais para empresas aéreas de outros países é de suma importância, pois em um país de dimensões continentais, como o nosso, a concorrência é necessária e bem-vinda, e nos dá a perspectiva de que o preço das passagens aéreas possam diminuir. Tal fato desencadeará, certamente, o aumento expressivo do turismo interno, conectando os brasileiros com as suas cinco belas regiões. Acho, portanto, que desta vez vamos!

Ivan Y Plá Trevas

Jornalista

Nenhum Comentário

Os comentários estão fechados.