C A M P O S D O J O R D Ã O

julho 16, 2019

Para quem gosta de curtir um frio “de lascar o casco”, como dizemos aqui, a cidade de Campos do Jordão é inigualável nesta época do ano em nosso país. E neste ano lá se comemora o 50º Festival Internacional de Inverno, que está sendo realizado desde 29 de Junho passado e se prolonga até o dia 20 de Julho corrente, consolidando-se como uma tradição local.
Campos do Jordão é por si mesma, durante todo o ano, uma cidade bastante atrativa para os turistas, pois é a mais alta do Brasil. Situada no alto da Serra da Mantiqueira, a 1628 metros de altitude, ela tem nesta época a sua movimentação mais intensa e é um lugar ideal para se aproveitar o frio invernoso, com bastante gente nas ruas, comendo e bebendo iguarias como chocolates, fondues e cervejas especiais de todos os tipos.
Ela fica no estado de São Paulo, a 190 quilômetros da capital e a 340 quilômetros do Rio de Janeiro. Do alto de um de seus pontos turísticos, o Pico do Itapeva, num dia de “céu de brigadeiro” se vislumbra lá em baixo o Vale do Rio Paraíba, em uma boa extensão, podendo destacar-se as cidades de Taubaté, São José dos Campos e inúmeras outras, cortadas pela Via Dutra.
O Governador do estado de São Paulo, João Dória, disse em entrevista à imprensa, recentemente, que o 50º Festival de Inverno dessa cidade será um marco inesquecível. Para quem aprecia a música erudita, esse festival é um espetáculo agendado anualmente, mas a partir de agora a sua programação será ampliada com integração da música erudita com a contemporânea. E, disse Dória, esta é a edição com estrutura, logística e operacionalização em toda a sua história.
O Festival de Inverno de Campos do Jordão, nesta 50º realização, tem programado mais de 150 apresentações e espera, no período, um público de mais de cem mil pessoas, batendo todos os outros, movimentando toda a cidade, o turismo e a circulação de bastante dinheiro. A parte da música clássica tem a Curadoria da Orquestra Sinfônica de São Paulo e a dos concertos de música contemporânea tem a Curadoria da Orquestra de Jazz Sinfônica.
Entre as inúmeras atrações desse Festival, podemos destacar as seguintes: Orquestra do Festival, com Giancarlo Guerrero; Nelson Freiro, piano solo; Camerata do Festival, com Arnaldo Cohen, ao piano; Lenine, com a Orquestra Jazz Sinfônica, na Praça do Capivari Orquestra Jovem do Estado de São Paulo; Orquestra Filarmônica de Goiás; Camerata Antiqua de Curitiba, com Luís Otávio Santos; Orquestra Sinfônica do Paraná, com Francesca Dego ao Violino; Coro da Osesp, com Valentimna Pallegi, e, Mônica Salmaso e Nalson Ayres, na Praça do Capivari.
Todavia, como disse acima, a cidade de Campos do Jordão é de fato uma atração encantadora para o turista em qualquer mês do ano. É certo que no Inverno ela se enche de gente em todos os seus bairros e recantos. Hotéis, resorts e pousadas é o que não falta. Portanto, para quem não conhece, vale à pena conferir.

Ivan Y Plá Trevas

Jornalista

Nenhum Comentário

Os comentários estão fechados.