Jeep Renegade Trailhawk turbo Diesel, 4×4

julho 15, 2019

O dia nasceu e eu tinha uma agradável missão para realizar: o test-drive de avaliação da versão modificada – nova frente entre outros detalhes – do Jeep Renegade Trailhawk turbo Diesel, 4×4, automático, líder de vendas entre os SUVs desde Dezembro de 2018, pelo quinto mês consecutivo. Escolhi Petrópolis, a cidade imperial, para o teste de estrada e lá fomos serra acima, em meio a belos panoramas, eu e meu produtor de vídeo, Hernane Cardoso, responsável pela filmagem do vídeo para o canal Blog do Arnaldo Moreira, no YouTube, onde pode assistir o desempenho e características do Renegade. Na volta, aproveitei o belo panorama do Parque do Flamengo, no Rio, para fazer mais umas fotos.
A entrada no Renegade é prazerosa, a altura do carro é de SUV e oferece uma visibilidade privilegiada na direção,
o interior tem acabamento premium de excelente qualidade, bancos em couro confortáveis, o painel e a forração das portas livres de plásticos, cobertos com um produto emborrachado, maleável, e o teto claro criam um ambiente agradável.
Produzido na fábrica da Jeep, em Goiana (PE), o Renegade Trailhawk está equipado com um motor Multijet 2.0 turbo diesel de 170 cv a 3.750 rpm, com um torque de 35,69 kgfm disponíveis já nas 1.750 rpm – acionado no botão Start/Stop -, o que permite arrancadas e retomadas rápidas, graças à boa parceria com o câmbio automático ZF de 9 velocidades, de trocas suaves que proporcionam baixo consumo do carro.
À guiza de aviso, a nona marcha só entra a partir de 110 km/h, não adianta insistir a uma velocidade menor que a marcha não entra. O carro tem velocidade máxima de 190 km/h e faz de 0 a 100 km/h em 9,9 s
O sistema possui cinco modalidades de tração diferentes: auto (automático) normal, 4×2 usada na cidade ou na estrada (on-road), mais quatro modalidades diferentes de 4×4: snow (neve), sand (areia), mud (lama) e rock (pedra). No Jeep, porém, quando em auto, se o controle de estabilidade detectar um ângulo de giro de 270º (três quartos de uma volta), o sistema engrena de imediato a tração 4X4, graças ao “Active Drive Low” presente em todas as versões do Renegade Diesel.
As marchas podem ser trocadas manual e confortavelmente pelas borboletas (paddle shift)atrás do volante no modo de direção esportiva na condução esportiva, quando se posiciona a manopla do câmbio na posição à esquerda – manual -, que torna o carro mais esperto com a subida das rotações do motor. A direção é elétrica e o freio de estacionamento eletrônico.
A economia de combustível é fator favorável no Trailhawk Diesel e dá ao carro uma boa autonomia, com seu tanque de combustível de 60 l de Diesel, em torno de 700 a 850 km, na estrada. Essa economia é visível pelas rotações registradas a uma velocidade de 105 km/h, o giro do motor é de 1.600 rpm. No volante, de excelente pegada, estão os controles do sistema automático de velocidade (vulgo piloto automático) e ainda do som, telefone e voz e o acesso ao computador de bordo cujos dados aparecem no painel de instrumentos, de 3,5”, assim como a temperatura externa, de boa leitura e visibilidade.
Um ponto alto do Renegade é o conforto que proporciona a seus ocupantes, inclusive ambiente pelo baixo ruído sentido na cabine. Os bancos da frente e o traseiro, com cintos de segurança de três pontos para os três passageiros, são bem confortáveis, o espaço para as pernas e a altura são generosos. Quatro pessoas viajam confortavelmente no Renegade numa viagem longa.
No centro do painel fica a central de multimídia de 8,4”, sensível ao toque, com câmera de ré, comando de voz onde pode ser regulado o ar condicionado, feito o acesso à mídia, telefone, rádio, bússola, operação de espelhamento do smartphone e configurações do veículo. Tem ainda comando de voz via Siri ou Google Assistent no volante.
O porta-malas da Trailhawk 4×4 Diesel mantém os mesmos 283 l, enquanto as demais versões ganharam mais 47 l, com a troca do estepe pela roda temporária, mais estreita. Porém, o espaço de bagagem triplica com o banco traseiro rebaixado.
Na Trailhawk, por ser um carro off-road o estepe normal foi mantido. As rodas originais são de 17” com pneus 225/60, todo o terreno. O carro vem, porém, preparado para receber rodas de 19”, como acessório.
O Tralihawk vem equipado com Assistente de partida em rampa (Hill start assist) e o Hill descend, sistema que aciona automaticamente o freio em descidas íngremes sem a intervenção do motorista. Tem ainda controles de estabilidade e de tração.
Todas as versões do Renegade passaram a contar com faróis em LED, incluindo os de neblina e as lanternas traseiras e de marcha a ré e luz diurna DRL, com sensor crepuscular. Vem ainda equipado com sensores de pressão dos pneus e de chuva. Na frente tem dois ganchos e um na traseira especiais para off-road.
A versão traz novos porta-objetos, incluindo um maior sob o banco do carona.
No item segurança, o Trainhawk conta com sete airbags: dois frontais, dois laterais, dois de cortina que se estendem até o banco traseiro e para proteção dos joelhos do motorista.

Arnaldo Moreira

Nenhum Comentário

Os comentários estão fechados.