V A M O S V O A R !

abril 4, 2019

Decisões tomadas recentemente pelo atual Governo Federal demonstram de modo objetivo que haverá em breve uma mudança – para melhor – no que diz respeito a oferecer aos brasileiros mais incentivos no uso do transporte aéreo.

Entre elas, destaca-se a privatização dos aeroportos de João Pessoa, Campina Grande e Recife, o que nos diz respeito diretamente. Com isso, eles passarão a ser administrados por uma empresa espanhola especialista nessa área que deverá investir na melhoria e adequação desses equipamentos, para receberem bem e com presteza os seus usuários;
Outra medida efetivada é a da abertura oficial para que empresas aéreas estrangeira possam operar no Brasil, internamente, o que aumentará consideravelmente a oferta de novos vôos, para todas as nossas cinco regiões.
Tal fato servirá para extinguir o malfadado cartel existente atualmente entre as empresas aéreas ditas nacionais, que nos atendem, usando e abusando no modo desrespeitoso para com seus passageiros, como se fossem “donas do pedaço”. Até agora, com a conivente má gestão da ANAC e da INFRAERO, elas inventaram que iriam baixar os preços das passagens aéreas, mas passaram a cobrar pelas bagagens, lanches e até a marcação dos assentos, além de prestar um serviço de péssima qualidade no atendimento.
Com o aumento da concorrência em questão deverá ser introduzido para nós, usuários, uma prestação mais atenciosa desses serviços. E, ainda, sendo o Brasil um país de dimensão continental, certamente o turismo interno dará um salto de qualidade, beneficiando a todos.
Por sua vez, outra medida pragmática tomada pelo Presidente da República Jair Bolsonaro, foi o cancelamento da necessidade dos vistos de entrada para os turistas vindos da Austrália, Canadá, Estados Unidos e Japão. Esses países têm uma importância expressiva na emissão de turistas para o mundo todo, no mercado internacional de viagens.
Dessa forma, creio que, com bastante brevidade começaremos a receber um grande fluxo de turistas, pois atrações maravilhosas, exclusivas e singulares é que não faltarão para eles. E, a nossa economia ganhará muito com isso, pois sabemos comprovadamente que o setor turístico interage com dezenas de segmentos que provocam o surgimento da melhoria do emprego, renda e circulação de riqueza.

Ivan Y Plá Trevas

Jornalista

Nenhum Comentário

Os comentários estão fechados.