Cabaceiras

março 5, 2019

A “Roliúde Paraibana”

Gosto de viajar e conhecer regiões turísticas. Fui com a família passar um final de semana em Cabaceiras. O município é uma das atrações turísticas da Paraíba, está localizado a 180 quilômetros (Km) de João Pessoa e integra a microrregião do Cariri, no Planalto da Borborema. Ficamos hospedados no Hotel Fazenda Pai Mateus, distante 19 quilômetros da sede da cidade e 65 de Campina Grande- PB.

Situada no semiárido paraibano, tem um clima que se assemelha do deserto, com o menor índice pluviométrico brasileiro. As características do relevo são predominantemente formadas por rochas, maciços com gigantescos blocos de granito, e uma vegetação com árvores típicas da região.
Cabaceiras é conhecida nacionalmente por cineastas, praticantes do ecoturismo e os amantes da fotografia. O escritor e jornalista Wills Leal, membro da Academia Paraibana de Cinema é o criador da Roliúde Nordestina, um gigantesco e vistoso letreiro copiado de seu similar da Califórnia (Hollywood) erguido em um morro próximo a zona urbana do município. O inquieto Wills foi também o idealizador da festa do Bode Rei; evento que cresce anualmente com grande fluxo de turistas de todo nordeste. A cidade é a capital brasileira do bode, animal muito adaptado a região.
Cabaceiras é palco para gravações de filmes, séries, documentários e novelas de sucesso nacional, com mais de trinta produções cinematográficas. O Auto da Compadecida, película dirigida por Guel Arraes, foi sucesso de bilheteria nos cinemas e redes de televisão de todo o país. Obra iluminada do escritor, romancista, dramaturgo, poeta e professor paraibano, Ariano Suassuna.
O Hotel onde ficamos oferece conforto e muita tranquilidade. Os apartamentos estilos chalés, são equipados com ar condicionado, frigobar, restaurante com culinária regional, quadras para prática de vôlei. Eles são agrupados formando um semicírculo, tendo ao centro um grande jardim com árvores nativas da região.
A grande atração local é o Lajedo de Pai Mateus está localizado a 4 Km do Hotel. Através de estrada de terra os visitantes acompanhados por guias locais podem vislumbrar durante o percurso a mata intacta com inúmeras árvores típicas: angico, aroeira, marmeleiro, pereiro, jurema, juazeiro, algaroba, mulungu, palmatória, acácia e pião branco, dentre outras variedades. O faxeiro cartão postal da região é o maior dos cactos da caatinga. O pião branco, o pereiro e a jurema são plantas medicinais utilizadas pela população sob a forma de chás.
Por ser área de preservação ambiental a caça é proibida. No caminho, várias aves e animais podem ser vistos em meio a paisagem: gavião, carcará, canário da terra, galo de campina, sabiá, concriz, rolinhas e beija-flor; animais silvestres, tatu, peba, camaleão, emas seriemas, preás, mocós e, raramente tamanduá.
O Lajedo de Pai Mateus é uma extensa área de aproximadamente 15 hectares de rochas, com gigantescos blocos de granitos, de formas variadas, esféricos, retangulares, quadrados, em forma de concha, de capacete e boliche. Há um rochedo maciço, a Pedra do Sino, é assim denominado porque quadro nele se bate com uma pedra pequena ouve-se um som idêntico ao emitido por um grande sino. O ponto mais alto e central do penhasco é denominado de Lajedo de Pai Mateus, onde se encontra a enorme pedra que no século XVIII serviu de morada para um eremita de nome Mateus. Do topo das rochas comtempla-se uma belíssima paisagem que serviu de palco para a apresentação da Orquestra Sinfônica da Paraíba e onde se realizou parte das filmagens de cenas da minissérie sobre o Auto da Compadecida. No complexo turístico, visitamos outro local muito curioso o Canion do Rio Soledade, onde está localizado um conjunto de pedras empilhadas, denominada de Saca de Lã.
Inscrições rupestres pré-históricas são encontradas em algumas pedras registro de vestígios dos povos indígenas que habitaram o local. O cenário do pôr do sol é magistral e divino.
Todo o panorama é maravilhoso e encantador para os amantes da natureza.

VISTA DO CENTRO DE CABACEIRAS

Francisco Orniudo Fernandes

Médico, escritor e membro da APMED

Nenhum Comentário

Os comentários estão fechados.