ILHA BELA – LITORAL NORTE DE SÃO PAULO

janeiro 7, 2019

ESPORTES NÁUTICOS – MUITA DIVERSÃO

Praia do Bonete, um lindo cenário atrativo de Ilhabela

Conhecida como a Capital Nacional da Vela, Ilhabela localizada no Litoral Norte de São Paulo, tem um litoral dos mais bonitos do país, encanta a quem a visita com suas 42 praias paradisíacas e 94% da Mata Atlântica preservada, com rica flora que abriga árvores centenárias e espécies raras em fauna diversificada, além de belas cachoeiras. O Parque Estadual de Ilhabela possui uma das maiores reservas de Mata Atlântica do planeta e é considerado Patrimônio Natural e Reserva da Biosfera pela UNESCO.
Se não bastasse a exuberante beleza natural, o imaginário dos turistas é estimulado pela rica história, cultura, lendas e estórias de piratas e tesouros.
Hoje a cidade para atender bem seus visitantes, conta com mais de 6.000 leitos em meios de hospedagem, além de variada gastronomia que inclui as culinárias caiçara, contemporânea, mediterrânea, italiana, japonesa, tailandesa, portuguesa e brasileira.
Ilhabela é o destino perfeito para quem deseja descansar à beira-mar, ouvindo o som dos pássaros, ou para quem busca aventura, diversão e entretenimento: entre as atividades que o arquipélago proporciona estão o ecoturismo, esportes náuticos e mergulho, praticado em locais como o Santuário Ecológico da Ilha das Cabras e em naufrágios. Devido a sua geografia privilegiada e ventos constantes ao longo do ano, a cidade é conhecida como a Capital Nacional da Vela.
Na ilha ainda é possível fazer passeios de escuna, alugar um barco, aventura-se de jipe num passeio off-road, ou mesmo casar-se numa cerimônia “pé na areia”, com um cenário digno de cinema.
Cada vez mais a cidade conquista fãs de diferentes idades e perfis: por todos esses motivos Ilha Bela é um destino procurado o ano inteiro.

NAUFRÁGIOS

Estrategicamente posicionada em meio às rotas de comércio entre a África a Europa e a América do Sul, Ilhabela assistiu a intensa navegação ocorrida ao longo da costa brasileira. Os navios que passavam por essa região eram inicialmente oriundos de comitivas de exploração do novo continente, muitos deles eram corsários que buscavam riquezas nos mares do sul interpelando embarcações espanholas carregadas de tesouros saqueados das populações indígenas pré-colombianas. Uma série de fatores relacionados, tais quais: as condições geográficas e geológicas do arquipélago, as repentinas mudanças climáticas quando da entrada de frentes frias vindas do sul, alterando ventos e correntes marítimas, bem como a ausência de sinalização das lajes e afloramentos rochosos, muito comuns na região, contribuíram para que essa porção do litoral paulista fosse palco de inúmeros naufrágios ao longo da história da navegação.

Luxuoso transatlântico inglês naufragado em março de 1916 em Ilhabela

ALGUNS NAUFRÁGIOS FAMOSOS

PRÍNCIPE DAS ASTÚRIAS – Este luxuoso transatlântico Inglês, construído pelo mesmo estaleiro do Titanic, naufragou na madrugada de 06 de março de 1916 chocando-se contra a Ponta da Pirituba durante uma tempestade. Dos 611 passageiros, apenas 164 sobreviveram. Está a 100 metros da costa. A uma profundidade de 18 a 45 metros

Waldir Martinez

Turismo – Notícias & Destinos – mtb: 35.592-SP

Nenhum Comentário

Os comentários estão fechados.