R Ú S S I A E M A L T A

maio 3, 2018

A Copa Mundial de Futebol de Campo de 2018, promovida pela FIFA (Federação Mundial de Futebol) a cada quatriênio, será realizada este ano na Rússia, entre os meses de junho/julho, o que vem dando uma visibilidade especial na mídia mundial para aquele país.

Com certeza, por ser o futebol de campo uma modalidade esportiva que mobiliza milhões de pessoas em todo o nosso planeta durante o citado período, a Rússia terá um movimento imenso de desportistas de todo o mundo, o que incrementará de modo exponencial o turismo por lá.
E, a Federação Russa está preparada para receber essa turma com mais de uma dezena de estádios já prontos e toda uma infraestrutura logística funcionando a contento. As equipes dos 32 países selecionadas em oito grupos ficarão concentradas em cidades diversas, e o Brasil fará o seu primeiro jogo no dia 17 de junho contra a Suíça no estádio Rostov Arena, com capacidade para receber 45.415 pessoas, na cidade de Rostov-On- Don.
A abertura da Copa do Mundo de 2018 será no dia 14 de junho, em Moscou, com o enfrentamento das equipes da Rússia e Arábia Saudita, no Luzhniki Stadium que pode receber 80.000 pessoas. A capital russa tem outro estádio, o Spartak Stadium (45.000 lugares) que também será palco dessa copa.
Zabivaka, eis o nome da mascote escolhido pelos russos para a sua copa, que representa um lobo característico daquelas plagas. Com uma área geográfica de mais de 17 milhões de quilômetros quadrados, a Federação Russa possui 145 milhões de habitantes. As duas cidades que serão mais visitadas pelos milhões de turistas que passarão naquele país num período de 30 dias serão a capital, Moscou, com uma população de 12 milhões de habitantes (Como São Paulo; capital), e São Petesburgo, com 4,8 milhões de habitantes
Ambas possuem belas e históricas atrações para serem vivenciadas pelos turistas que por lá circularão. E, as duas têm também uma singular característica: São Petesburgo foi durante séculos a capital da Rússia, no tempo dos Czares, e, Moscou passou a capital russa após a revolução comunista de 1917, que derrubou o regime imperial e implantou o regime marxista, até os nossos dias. Seus museus, praças, prédios históricos, palácios, teatros, hotéis e restaurantes terão um movimento intenso.
Os milhares de brasileiros que estarão por lá nesse período da Copa do mundo, além de formarem uma bela torcida durante os jogos do Brasil, terão muito o quê fazer e conhecer durante os seus passeios turísticos. Por outro lado, aqui em nosso país, serão 205 milhões de torcedores em ação à espera de comemorar o hexacampeonato, se tudo der certo como almejamos para a Seleção Brasileira.

 

Ivan Y Plá Trevas

Jornalista

Nenhum Comentário

Os comentários estão fechados.