Liszt Madruga

abril 9, 2018

CARNAVAL MULTICULTURAL DE NATAL
FORTALECE O TURISMO

O Carnaval Multicultural de Natal movimenta mais de R$ 61 milhões e tem aprovação recorde dos turistas, da população e dos comerciantes, aponta pesquisa.

Um público de mais de 573 mil pessoas – informado pela Prefeitura de Natal, e 26,7% maior do que o de 2017 – circulou em Natal durante a edição 2018 do Carnaval Multicultural da capital potiguar. Os foliões fizeram circular na economia potiguar mais de R$ 61,4 milhões, um volume 52,23% maior do que o que havia sido registrado no ano passado. Os dados foram divulgados segunda-feira (26/3), pelo presidente da Fecomércio RN, Marcelo Queiroz, e pelo prefeito de Natal, Carlos Eduardo Nunes Alves, na entrevista coletiva, realizada na sede da Federação, e que contou com a presença de secretários municipais, diretores do Sistema Fecomércio RN e imprensa.

PERFIL DOS FOLIÕES
As informações constam na pesquisa que traçou o perfil dos foliões e comerciantes do Carnaval Multicultural de Natal 2018, realizada pelo Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio da Fecomércio RN (IPDC/Fecomércio RN), entre 8 e 14 de fevereiro em todos os seis polos onde houve programação. Ao todo, foram realizadas 702 entrevistas com foliões e outras 301 com comerciantes formais e informais.
“O Carnaval é um evento de enorme importância para a economia e para os segmentos de Comércio, Serviços e Turismo. Por isso a Fecomércio tem procurado ser parceira de todas as maneiras possíveis do evento.
E os números da pesquisa ratificam o quão acertada é esta nossa postura”, declarou o presidente Marcelo Queiroz.

HOMENS E MULHERES
O levantamento revelou ainda que este ano o número de homens e mulheres que frequentaram a festa foi praticamente o mesmo: 50,4% e 49,6%, respectivamente. Em 2017 a diferença era um pouco maior, e os homens eram 58,2% e as mulheres 41,8%. A maioria (55%) das pessoas está na faixa etária entre 25 e 44 anos; possui curso superior ou mais (59,3%); renda familiar de até R$ 7 mil (73,5%); e brincaram com a família (45,4%).

NATIVOS E ESTRANGEIROS
Com relação à origem, 78,3% eram nativos e 21,7% estrangeiros. Dos potiguares, 71,2% eram de Natal; 2,8% de Parnamirim; e 4,3% de outras cidades. Dos turistas, 99,1% eram brasileiros e só 0,9% eram estrangeiros. Pernambuco (4,4%) ainda é o estado que mais envia turistas para participar do Carnaval de Natal; seguido de São Paulo (3,1%); e Rio de Janeiro (2,4%). 65,4% das pessoas já tinham ido à festa, e pretendiam frequentar durante 4 dias. As atrações musicais (32,2%); a alegria/animação/folia (18,1%); e as festas gratuitas (16,7%); foram alguns dos atrativos para a festa.

AVALIÇÃO DOS TURISTAS
O item mais bem avaliado pelos turistas foi a hospitalidade dos natalenses, com nota de 8,92. A exemplo da pesquisa de 2017, com nota de 7,45, a segurança foi o item pior avaliado, e este ano obteve uma nota ainda menor: 7,19. Mas a nota geral do evento foi de 8,65 (contra 8,63 de 2017), e 95,6% dos foliões recomendariam o Carnaval de Natal a outras pessoas (contra 95,3% em 2017).

PERFIL DOS COMERCIANTES
A maior parte eram homens (59,1%); com idade entre 25 e 59 anos (81,1%); com ensino médio completo (50,5%); autônomos (37,1%) ou empresários (37,4%); possuíam um negócio informal (48,8%); no segmento de bares e restaurantes (37,2%). Dos comerciantes entrevistados pelo IPDC, 77,4% consideraram que o impacto do carnaval sobre o seu negócio foi positivo; e 77,1% já atuaram em anos anteriores. Em média, cada negócio empregou quatro pessoas; e necessitou de um investimento médio de R$ 2,9 mil, em estoque (70,8%) e

Christiany Alecrim, Secretaria de Turismo de Natal, Prefeito Carlos Eduardo, Dacio Galvão, Secretário deCultura de Natal, e Marcelo Fernandes de Queiros, Presidente da Fecomércio RN

variedade de produtos (32,9%). Com relação às vendas, 26,9% consideram que foi acima do esperado. O faturamento médio diário de cada negócio foi de quase R$ 1.500; e a média de gastos de cada cliente ficou em R$ 46,11.

ALEGRIA E TRABALHO
“Mais uma vez a pesquisa mostra o acerto da Prefeitura de Natal em realizar o Carnaval em Natal quando, lá em 2014, resolveu ser audaciosa, ousada e resolveu apostar na festa. São quase 600 mil pessoas que brincam na paz, na alegria e no trabalho. Isso é muito importante para a gente, porque estamos fazendo tudo isso na crise”, comemorou o prefeito Carlos Eduardo.

 

EMBAIXADOR ISRAELENSE VISITA A CÂMARA MUNICIPAL DE NATAL

O embaixador de Israel, Yossi Shelley, esteve na manhã de quarta-feira (28) na Câmara Municipal de Natal para uma visita de cortesia. Na ocasião foi recepcionado pelo presidente da Casa, Raniere Barbosa e vereadores. O embaixador estava acompanhado pelo presidente do Centro Israelita do Rio Grande do Norte, Samuel Max Gabbay e conversou com os parlamentares sobre assuntos em comum entre seu país e o Rio Grande do Norte, como a questão da seca, tecnologia e segurança. “É a primeira vez que vistamos oficialmente o Rio Grande do Norte e esta cidade. Estamos aprendendo como é e o que se passa aqui. Conversamos com os vereadores sobre alguns assuntos como a falta de água e como é possível melhorar essa crise por aqui”, disse Yossi Shelley, que visitou as dependências da Casa e foi recebido no Plenário Érico Hackdrat, onde ocorria a sessão ordinária.

EMBAIXADOR HOMENAGEADO
Durante a visita, Raniere Barbosa presenteou o embaixador com o livro comemorativo aos 400 anos da Câmara Municipal de Natal, e recebeu dele o livro “Faça-se Água”, que relata como Israel consegue superar a crise hídrica e produzir em meio ao clima árido. “Israel tem muito a oferecer para o Rio Grande do Norte em termos de tecnologia de utilização hídrica e de segurança pública, onde Israel é referência e quer contribuir com o mundo para melhorar a qualidade de vida da população”, enfatizou o presidente do CIRN. Para o vereador Raniere Barbosa, ter um representante de Israel proporcionou uma satisfatória troca de experiências. “Pela capacidade que o embaixador pode transferir para nós, de um estado que sofre de carência de água, a potencialidade adquirida por Israel nesta área. Espero que os governos saibam aproveitar essa troca de informações e quem sabe, podermos aplicar tecnologias encaminhadas pelo governo de Israel, e por outro lado fortalecer o intercâmbio turístico cultural”, declarou. Os vereadores Carla Dickson (PROS), Franklin Capistrano (PSB), Sueldo Medeiros (PHS), Felipe Alves (MDB), Dickson Júnior (PSDB) e Aroldo Alves (PSDB), também recepcionaram o embaixador.

RELAÇÃO AMIGÁVEL
A Câmara já tem uma relação amigável com a comunidade israelita. Propôs e aprovou a Lei 6607/2016, que instituiu no calendário oficial do município de Natal, o Dia Municipal em Memória às Vítimas da Inquisição no Brasil, a ser realizado anualmente no dia 31 de março e, no ano passado, através de proposição da vereadora Ana Paula (PSDC), realizou sessão solene alusiva ao Dia municipal em memória às vítimas da inquisição no Brasil, homenageando o Centro Israelita do Rio Grande do Norte.

 

 

Liszt Madruga

Jornalista e Presidente da ABRAJET – RN

Nenhum Comentário

Os comentários estão fechados.