Carlos Casaes – Jornalista

janeiro 11, 2018

Complexo de Sauípe vendido à Termas do Rio Quente

R$140.5 milhões o valor da negociação

Na última semana de Novembro foi fechado o negócio entre a PREVI (Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil), que administrava o Complexo Turístico Costa do Sauípe, na Bahia, e a Companhia Termas do Rio Quente, de Goiás. O valor da transação alcançou R$140.5 milhões, o que foi anunciado oficialmente pelo grupo adquirente.
Com 50 anos de experiência, a empresa goiana já está com planejamento para os próximos seis anos e aponta a expectativa de faturamento da ordem de R$240 milhões em 2018, o que confrontará com o deficit de R$29 milhões registrado pela última gestora.

Pesquisa indicou a Bahia para novo investimento

Em razão do projeto de ampliação da rêde, o grupo de Goiás promoveu pesquisa para avaliar em qual Estado poderia investir nesse sentido. Numa avaliação entre Pernambuco e Bahia, a Costa do Sauípe surgiu como possibilidade em razão do seu potencial. Com essa aquisição, o Grupo Termas do Rio Quente, com o novo empreendimento, que dista 76 quilômetros de Salvador no Litoral Norte baiano, simplesmente dobra a sua dimensão, constituindo-se em um dos mais poderosos no segmento da hotelaria do país.
A estratégia já objetivada indica a aplicação do clube de férias do grupo – o Rio Quente Vacation Club – que registra em seus arquivos nada menos do que mais de 26.000 famílias inscritas. Um outro segmento são os parceiros de comercialização de diárias, como também estará na estratégia de comercialização as vendas diretas.

Crescimento considerável do acervo

Aos seis hotéis já existentes, que totalizam 1.564 apartamentos, o Complexo Costa do Sauípe ainda agrega estrutura para a realização de eventos, constituída de 40 salas e uma arena com capacidade para receber público de até 3.500 pessoas. Integram o acervo, também, as 15 quadras de ténis, a área kids e a Vila Nova da Praia. Com a anexação de todo esse potencial, o grupo goiano registra um somatório, hoje, de 12 hotéis e mais de 2.700 apartamentos.

Já está programado o início
de conclusão das obras

A Prefeitura Municipal de Salvador, que já está no processo de licitação, anuncia o início das obras para o próximo mês de abril e a sua conclusão está prevista para o primeiro semestre de 2018. O evento já anunciado deverá ocorrer no mês de Outubro daquele mesmo ano. O novo equipamento poderá acolher até 14 mil pessoas.
Salvador já foi o terceiro polo de atração de eventos internacionais, somente abaixo de São Paulo e do Rio de Janeiro. No entanto, a falta da sua conservação e outros fatores vinculados à gestão determinaram a queda da sua ocupação, dos 27 eventos internacionais abrigados em 2007, para apenas 5 convenções em 2016, o que lhe determinou despencar para o 10º lugar. São dados informados pela ICCA – International Congress and Conventions Association.

Novo Centro de convenções já anuncia eventos

Ainda em projeto, na fase de licitação e previsão de início da construção, o novo Centro de Convenções que será construído pela Prefeitura Municipal de Salvador já anuncia o primeiro evento que será realizado nas suas instalações. É que os organismos que se destinam à captação de eventos para a Capital baiana já se encontram em franca movimentação, na busca de programar os primeiros acontecimentos.
Quem revelou essa novidade foi o Salvador Destination, que é presidido pelo conhecido profissional do turismo Paulo Gaudenzi. A primeira convenção que acontecerá no novo espaço deverá se destinar a cerca de mais de 5 mil participantes. Para a sua realização, esse acontecimento turístico deverá ocupar em torno de 3 mil metros quadrados somente para a exposição.

Nenhum Comentário

Os comentários estão fechados.