VONTADE, VONTADE E MUITA VONTADE

dezembro 11, 2017

O fechamento com chave de ouro da 29ª. edição do FESTURIS, o Festival de Turismo de Gramado, no inicio de novembro de 2017 é surpreendente. Bateu todos seus recordes, apesar de seus preparativos começarem

pelo menos um ano antes, no auge da crise política e econômica brasileira. O balanço apontou um faturamento de Cr$ 250 milhões nos negócios realizados dentro da mostra, reunindo 8 mil profissionais de turismo, cerca de 2 mil marcas e 66 destinos internacionais, 2.500 expositores em 400 estandes ocupando uma área de 22 mil m2, no

maior espaço privado dos negócios do turismo brasileiro, com uma cobertura nacional e internacional jamais vista.

 

Como explicar que uma pequena cidade, com aparência de uma vila em alpes suíços, possa ter sucesso com uma feira de turismo, em um país dominado e de certa forma desiludido com seus rumos como o Brasil ? E qual a receita para um país que começa agora, em fim de ano xoxo, a viver a recuperação do turismo, após a atividade quase sucumbir nos

 

primeiros nove meses ?
Marta Rossi, que comanda a mostra, resume: pesquisa, viagens e permanentes contatos para formatar um modelo de negócios que atenda as necessidades dos mais diversificados interesses do turismo, brasileiro ou de outro país. E uma dose de fé no que realizam ela e seus sócios, Marcos Rossi e Eduardo Zarzanelo. Além de muita luta para vencer o e desânimo brasileiro com seu quadro institucional dos últimos anos.
Acrescentamos: vontade, muita vontade de realizar, com fé o trabalho que dá retorno aos investidores que puseram seus recursos na mostra. E criatividade, para que cada edição do FESTURIS seja sempre, surpreendentemente, um novo produto.

Nenhum Comentário

Os comentários estão fechados.