Waldir Martinez

setembro 5, 2017

 

Na foto vista noturna de uma das movimentadas avenidas de Ribeirão Preto

RIBEIRÃO PRETO, JOVEM, BONITA, HOSPITALEIRA

Fundada em junho de 1856 a partir de núcleos fazendeiros de criação de gado, Ribeirão Preto se destacou no setor cafeeiro, o qual foi arruinado com a crise de 1929. Depois de alguns anos de luta para retomar sua importância, a cidade se tornou uma das mais importantes do Estado de São Paulo. Hoje sua economia gira em torno do agronegócio, principalmente os ligados à pecuária, cana de açúcar, serviços e turismo.
Distante apenas 315 km da Capital de São Paulo, com fácil acesso pela Via Anhanguera, várias empresas de ônibus servindo Ribeirão Preto e Região, com aproximadamente 4h de viagem ou 55 minutos de avião, com as modernas aeronaves da Gol, Latam, Azul e Passaredo. A Cidade e Região possuem infra-estrutura, atrações turísticas e muito agito para todas as idades.

SUAS ATRAÇÕES:

O Campus da USP é um dos atrativos de Ribeirão Preto. Sua bela arquitetura preserva elementos da antiga colônia de imigrantes italianos do início do século que integrava a fazenda onde hoje esta localizada a Universidade. A área acomoda também o Hospital das Clinicas, um dos maiores centros de pesquisa avançados da América Latina. A tradicional Choperia Pinguim é uma visita imperdível. Ribeirão Preto conta também com agradáveis espaços de área verde, como o Parque Curupira e o Parque Municipal do Morro do São Bento, que abriga o zoológico da cidade, um complexo cultural esportivo.
A praça do alto do São Bento tem uma escultura em bronze do Sagrado Coração de Jesus e merece uma visita. Não deixe de ir á um passeio agradável no Jardim Japonês, no Bosque Municipal Fábio Barreto, para apreciar s lagos, flores, pontes, bancos, quiosques e plantas ornamentais de origem japonesa doadas pela colônia radicadas na cidade. Conheça o Mirante, localizado bem atrás do Jardim Japonês. O Museu do Café, no Parque Botânico, tem um acervo com esculturas, carro de boi, troles, maquina de beneficiar café, entre outras peças e fotos que contam a história da cultura cafeeira da região .

Jardim Japonês um dos mais belos espaços ao ar livre de Ribeirão Preto

TEATRO D.PEDRO II – Bem ao lado do Pingüim, o terceiro maior teatro de ópera do país. Se tiver uma noite livre vá ao teatro e após a apresentação, curta as delicias que o chope mais famoso do Brasil oferece.

QUARTEIRÃO PAULISTA – Além do Theatro D.Pedro II e do Pingüim, um terceiro prédio completa o conjunto arquitetônico conhecido Quarteirão Paulista. Trata-se do antigo Palace Hotel onde hoje funciona o Centro Cultural Palace.

REDE HOTELEIRA – Quem for de São Paulo ou outros estados brasileiros para passar alguns dias em Ribeirão Preto a rede hoteleira é excelente, com acomodações de alto luxo e diárias com café da manhã e preços bem convidativos: IBIS RIBEIRÃO PRETO, CONFORT INN HOTEL, SLEEP INN HOTEL, STREAM HOTÉIS, VANCOUVER HOTEL E muitos outros hotéis, como o HOTEL JP, com cozinha internacional no almoço e jantar, bar aquático na piscina aquecida ao ar livre da Ala Hibiscos e outras atrações esportivas, como campo de futebol society, quadras de tênis e vôlei de areia, salão de jogos e carteado, fitness Center, sauna seca e a vapor e outras atrações.

CIDADES EM SEU ENTORNO – A Região de Ribeirão Preto para quem gosta de conhecer lugares novos e cheios de atrações é composta por diversas cidades, como: ALTINÓPOLIS, BARRETOS (Festa do Peão), BARRINHA, BATATAIS, BEBEDOURO, BRODOWSKI (Casa de Portinari), BROTAS, CAJURU, CÁSSIA DOS COQUEIROS, CRAVINHOS, DESCALVADO, DUMONT, ITÁPOLIS, MATÃO, PONTAL, PORTO FERREIRA, SANTA RITA DO PASSA QUATRO, SÃO SIMÃO, SERRA AZUL, SERRANA, SERTÃOZINHO, todas atendidas pelo Ribeirão Preto e Região Conventions & Visitors Bureau. Para melhores informações sobre as atrações turísticas destas cidades, ligue para o Conventions no telefone: 16-3965-6191.

No clichê famosa Choperia Pingüim ao lado o Teatro D.Pedro II

Waldir Martinez

Turismo – Notícias & Destinos – mtb: 35.592-SP

 

Nenhum Comentário

Os comentários estão fechados.