CONHEÇA AS ROTAS DO ABC PAULISTA

julho 11, 2017

Localizado a poucos quilômetros da cidade de São Paulo, com vastas e modernas malhas rodoviárias e acessos privilegiados com bairros da Capital que fazem divisas, o Grande ABC composto pelos municípios de Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra, conta com atrativos turísticos diversificados, com destaque para os históricos, culturais, educacionais, industriais e ecológicos.
Estão no ABC o primeiro parque temático do Brasil, um museu do conhecimento com a única réplica de T-Rex (Tyranossaurus rex) da América Latina e também o mais moderno planetário do país. Além de uma vila do reino animal e da flora que, juntos, compõem acervos reconhecidos internacionalmente.
O chocolate de Ribeirão Pires, a Rota do Peixe e o Frango com Polenta de São Bernardo do Campo e o Cambuci, tão presente em Santo André, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra, formam roteiros gastronômicos para quem visita a região do Grande ABC.

ATRAÇÕES DOS MUNICÍPIOS:

SANTO ANDRÉ – VILA DE PARANAPIACABA – Patrimônio de Santo André para a humanidade, a Vila Ferroviária de Paranapiacaba foi idealizada pelo Barão de Mauá e construída por ingleses a partir de 1860 para abrigar operários da ferrovia Santos-Jundiaí. Entre os atrativos turísticos locais estão o Circuito Museológico, o Festival de Inverno (julho) e o Parque Natural Municipal Nascente de Paranapiacaba, reserva da Mata Atlântica com espécies nativas de fauna e flora e trilhas para visitação e contemplação da Serra do Mar.

Museu Tecnológico Ferroviário de
Paranapiacaba

SABINA ESCOLA PARQUE DO CONHECIMENTO E PLANETÁRIO – O premiado arquiteto Paulo Mendes da Rocha assina o complexo arquitetônico da Sabina Parque do Conhecimento, com área construída de 24 mil m², que abriga atrações como o planetário, pinguinário, aquário com arraias e tubarões, além de réplicas de dinossauros, com destaque para a única da America Latina de um T-Rex. O Planetário Johannes Kepler é o mais moderno do Brasil, único com sistema de projeção ótico e digital, sincronizados para reproduzir quase seis mil estrelas pontuais, com brilho, cores e cintilações, semelhantes aos da natureza.

SÃO BERNARDO DO CAMPO – CIDADE DA CRIANÇA – Construído na década de 1950 foi o primeiro parque temático do Brasil. O espaço foi concebido a partir dos antigos cenários da novela Redenção (Extinta TV Excelsior). Atualmente, conta com brinquedos que marcaram época, como submarino e teleférico, além de sediar um dos Centros de Informações Turísticas do Município.

POLO ECOTURÍSTICO CAMINHOS DO MAR – Localizado na divisa entre São Bernardo do Campo e Cubatão, “Caminhos do Mar” é formado por uma parte do Parque Estadual da Serra do Mar que contempla a Estrada Velha de Santos e todos os seus monumentos históricos, destacando-se a Calçada do Lorena e o Pouso Paranapiacaba (Casa de Pedra), erguido em 1922 por ocasião dos festejos do centenário da Independência do Brasil.

MAUÁ – PARQUE ECOLÓGICO GRUTA DE SANTA LUZIA/NASCENTE DO RIO TAMANDUATEÍ – O Parque Municipal que agrega a gruta de Santa Luzia e a nascente do Rio Tamanduateí faz divisa com a área de proteção aos mananciais, servindo como refúgio a pequenos mamíferos, aves e répteis. Em meio a Mata Atlântica, possui também duas trilhas ideais para as práticas de exercícios físicos e caminhadas. O lugar abriga ainda a Pedra do Amor, com suas várias lendas e mistérios.

Capela Nossa Senhora do Pilar, construída em 1714, restaurada e tombada pelo Condephaat em 1975.

RIBEIRÃO PIRES – BOULEVARD GASTRONÔMICO VILA DO DOCE – Inaugurado em janeiro de 2008, o Boulevard Gastronômico Vila do Doce passou a ser mais uma opção de lazer para as pessoas que visitam a Estância Turística de Ribeirão Pires. O destaque fica por conta dos quiosques de alimentação, artesanato e o palco central, integrado à Praça do Chafariz.

CAPELA NOSSA SENHORA DO PILAR – Marco fundador de Ribeirão Pires, a Capela Nossa Senhora do Pilar foi construída em 1714, século XVIII, pelo Capitão Mor Antônio Corrêa de Lemos, em pagamento de uma promessa. Conta com arquitetura em taipa de pilão, feita de barros amassado e calcado, com 40 cm de espessura. Patrimônio histórico da cidade foi tombado em 1975 pelo Condephaat.

Portal de entrada da Cidade da Criança

RIO GRANDE DA SERRA – CAPELA DE SÃO SEBASTIÃO – A Capela de São Sebastião foi fundada pelos tropeiros do sal, que traziam produtos de Santos para São Paulo de Piratininga. No início, era uma pequena orada (local de reza), mas por volta de 1611, transformou-se em Capela Santa Cruz e, posteriormente, Capela de São Sebastião. Foi muito utilizada por D.Pedro I, em suas viagens, para orações.

DIADEMA – BORBOLETÁRIO – Primeiro Borboletário a ser criado na região metropolitana de São Paulo, inaugurado em 2005, visa contribuir com o processo de educação ambiental e a conservação de espécies típicas da Mata Atlântica.
O viveiro de borboletas tem cerca de 190m², onde vivem insetos adultos de quatro espécies. O espaço conta também com trilhas e monitores e as visitas devem ser agendadas.

Uma das estufas do Borboletário de Diadema

SÃO CAETANO DO SUL – MUSEU HISTÓRICO MUNICIPAL – Construído em 1892, o prédio já foi utilizado como escola, sede de clube esportivo, e, até a década de 1980, estava abandonado. Somente em 1988 foi restaurado, passando a abrigar o Museu Histórico Municipal. Conta com um acervo de aproximadamente 2000 itens, como objetos e utensílios doados pela comunidade, que ajudam a resgatar a herança do patrimônio material da cidade e a revelar as várias fases do desenvolvimento e crescimento de São Caetano do Sul. Também realiza exposições temporárias sobre diversos temas ligados à história do município, da região e até do Brasil. Fonte: Consórcio Intermunicipal Grande ABC.

 

Waldir Martinez

Turismo – Notícias & Destinos – mtb: 35.592-SP

Nenhum Comentário

Os comentários estão fechados.