Caminhos do Frio 2017 – O Brejo espera por você

julho 11, 2017

O Brejo paraibano preserva as características
arquitetônicas dos sobrados, fazendas e engenhos edificados no século passado.

A sua cozinha oferece uma culinária simples e saborosa, à base de galinha de capoeira e carne de sol, feijão de corda, jerimum, e ainda doces caseiros de dar água na boca. Como aperitivo, vai bem a cachaça de alambique, fabricada nos engenhos e fazendas da região. O cenário natural oferece muito verde com direito a rios e cachoeiras próprios para o banho, etc. Região de povo hospitaleiro que preserva as tradições de sua gente através das festas populares como São João, festa da padroeira e Caminhos do Frio, este último, já integrado ao calendário de Eventos da Paraíba, destacando-se como uma das maiores festas culturais do estado e do Nordeste. É na verdade um grande festival de arte e cultura nordestina, envolvendo atrações musicais, artesanato, culinária, exposições de produtos da região, estimulando o turismo da região e o desenvolvimento da cadeia produtiva.
Venha conhecer
Este ano, o roteiro da programação do Caminhos do Frio está inserida em nove cidades do Brejo paraibano. Pela sequência, iniciando em Areia, segue para Pilões, Remígio, Solânea, Serraria, Bananeiras, Matinhas, Alagoa Nova e Alagoa Grande, iniciando no dia 3 de julho até o dia 3 de setembro. Em Areia o tema será “Frio Cachaça e Arte”, de 3 a 9 de julho. A programação terá várias atividades, são trilhas, passeios a cavalo e bicicleta, exposições e música na praça central, além da Oficina de Cachaça, com degustação das cachaças do Brejo. Uma das atrações do Caminhos do Frio em Areia é a cantora Lara Amélia.
Dos dias 10 a 16 de julho vai para Pilões, com o tema é “Flores, Cultura e Arte”. Como a vida no campo é bem ativa, foram incluídas as atividades de aventura, com passeio de ciclismo, caminhadas ecológicas e rapel em locais como a Cachoeira de Ouricuri, a Cachoeira da Manga e a Pedra do Espinho. Entre as atrações musicais, estão Cezinha e Os 03 do Xamego.
Em Remígio, o tema é “Cultura e Agroecologia na Serra”, de 17 a 23 de julho, com shows de Alcymar Monteiro, Os Fulanos e Alex Cohen. Além de música e apresentações culturais, a rota tem corrida de jegue, concurso do jegue mais enfeitado e feira gastronômica.
“Memorial de Fé, Arte e Cultura” é o tema do Caminhos do Frio em Solânea, de 24 a 30 de julho. Na programação, tem oficinas, visitas a pontos turísticos da cidade e ao Memorial Santuário do Padre Ibiapina. Entre as atrações musicais, tem show de Os Nonatos.
De 31 de julho a 6 de agosto, “Natureza, Engenho e Seresta”. É o tema que Serraria adotou. A programação inicia sábado à noite e vai ser comandando por Ton Oliveira e Amazan, mas durante a semana, a cidade ainda oferece várias atrações, como uma trilha ecológica no Engenho Martiniano e Baixa Verde e visitação à Fábrica de Cachaça.
Em Bananeiras, haverá “Aventura e Arte na Serra” dos dias 7 a 13 de agosto. A programação tem encontro de grupos de ciclismo, trilha para a Cachoeira do Roncador, trilha 4×4, além de shows de Chico César e Tuareg’s.
A próxima parada do Caminhos do Frio é em Matinhas, de 13 a 20 de agosto, com o tema “Laranja, Arte e Cultura”. O público vai poder aproveitar uma trilha ecológica para a Cachoeira do Pinga e trilhas ecológicas religiosas para a Pedra de Santo Antônio e a Igreja de São Severino.
Alagoa Nova, com o tema “Festival da Galinha e da Cachaça”, participa do roteiro de 21 a 27 de agosto. A programação conta com visitação aos Engenhos Vitória e Serra Preta, rapel na Barragem de Nova Camará e shows de Val Donato e Os Gonzagas.
A programação chega ao fim em Alagoa Grande, de 28 de agosto a 3 de setembro. O tema da cidade é “Rota Cultural Jackson do Pandeiro”. A cidade oferece uma exposição de Jackson do Pandeiro, show da banda Jackson Envenenado, além de atividades de aventura.
O “Caminhos do Frio” aproveita o clima frio da Serra da Borborema, localizada a uma altitude de 550m, e realiza com uma programação diversificada, contemplando música, teatro, gastronomia e trilhas ecológicas.

 

Guet Coelho

Jornalista

Nenhum Comentário

Os comentários estão fechados.