FATOS

junho 10, 2017

Solar Tambau perfeição da
arquitetura moderna

Foi inaugurado no último sábado 20 de maio, o Solar Tambaú. Um complexo comercial e residencial localizado no final da Av. Epitácio Pessoa, esquina com a Av. Almirante Tamandaré.

 

O empreendimento tem um projeto arquitetônico arrojado e de muito bom gosto, com o aproveitamento técnico de todo terreno e notável acabamento, do estacionamento ao último andar. É impossível falar do Solar sem citar a valorização de toda a área.
O projeto conta com o que se pode pensar em modernidade, incluindo isolamento térmico e acústico. Visando atender a várias opções de negócios, os espaços vão de 47 a 370 m2, com todo conforto nos apartamentos e lojas, privilegiando o desfrute de admirar o nascer do sol, e as belíssimas praias urbanas, num camarote permanente.
O evento inaugural aconteceu na pérgula, onde Alcione, com seu vozeirão e seleto repertório encantou os presentes. Não faltaram petiscos nem bebidas para acompanhar o MPB da Marrom.
Autoridades, jornalistas, colunistas sociais, empresários, arquitetos e acompanhantes, formaram o grupo de convidados, que ficaram encantados com tudo que aquela noitada inaugural apresentou.

 

Reunião da Abrajet-PB

O Salão Nobre do Hotel Tambaú recebeu mais uma vez os associados da Abrajet-Pb, para uma reunião cuja pauta apresentou vários temas, entre eles, a segunda versão “Limpa Praia”, os comentários da Rota dos Ateliês e a escolha das Maravilhas Imateriais do Estado. Na ocasião, falou-se sobre as Sete Maravilhas da Paraíba, projeto aprovado pelos Deputados que caiu no esquecimento, por falta de divulgação, e falta de material a serem apresentados em eventos ligados ao turismo.
Apenas para lembrar aos paraibanos e preferencialmente aos que trabalham com o nosso turismo, as belezas aprovadas pela Assembleia na época foram: Lajedo de Pai Mateus, Igreja de São Francisco, Cristo Rei de Itaporanga, as Itaquatiaras, no Município de Ingá, o Memorial de Frei Damião, o Vale dos Dinossauros, no Município de Sousa.
O sétimo e último, foi a Ponta do Seixas, O Ponto Extremo Oriental das Américas. Para nossa tristeza, não tem nada de atrativo, pois, governos anteriores e o atual nunca se preocuparam em preservar, talvez por nem saber o significado desse ponto Extremo. Em Portugal, quem visita o ponto Extremo Ocidental, no Cabo da Roca, se admira com a receptividade, a preservação local e recebe ainda um certificado.
Outros belos atrativos foram citados como o Mirante de Atalaia, a Fortaleza de Santa Catarina, em Cabedelo, o Teatro Minerva, no Município de Areia (o mais antigo Teatro da Paraíba), o parque Marinho de Areia Vermelha, o Parque Solon de Lucena (a Lagoa), o Cruzeiro de Roma, em Bananeiras, a praia de Naturismo, em Tambaba, a Pedra da Boca, o teatro Santa Roza, o Pavilhão do Chá, o Adro da Igreja São Pedro Gonçalves e o Hotel Globo. Com tantos atrativos um folheto é indispensável.

Nenhum Comentário

Os comentários estão fechados.