Do litoral ao sertão, o melhor São João!

junho 15, 2016

parque-do-povo-campina-grandeÉ chegada a tão esperada época em que sentimos ainda mais prazer por sermos nordestinos: o São João. O que no início era a apenas uma festa de cunho religioso destinada à celebração da colheita, realizada à beira da fogueira e ao som de um trio pé de serra, oferecida pelos senhores de engenho, foi se tornando uma celebração da comunidade, até se tornar pública com multidões que ocupam as principais cidades-sede dos eventos, chegando a ocupar todo o calendário do mês de junho como é o caso do Maior São João do Mundo.
Em junho, todo o nosso estado para com o advento dessa manifestação que representa tão bem nossa cultura. Comida farta, forró animado e gratidão aos santos que abençoam esta fartura, são o retrato de uma identidade regional, passou a ser a ser ainda mais difundida a partir do sucesso de Luiz Gonzaga, Jackson do Pandeiro e Marinês.
são joão patosbananeiras sao joao

 

 

 

 

 

 

As mudanças não representem uma perda de identidade. À medida que vão se introduzindo novos elementos, ela vai adquirindo outras feições, mas sem deixar de ser uma Festa de São João, além disto, a proporção ganha pelo evento fez dele o principal foco de atração turística de muitas cidades nordestinas, o que potencializa recursos locais.

Para aqueles que não se reúnem em sítios e fazendas para as comemorações familiares que ocorrem por todo o estado, existem as cidades como Campina Grande, Bananeiras e Patos. A primeira sedia o maior São João do Mundo e espera este ano receber cerca de um milhão de pessoas, no que promete ser a melhor versão já vista. Shows gratuitos e pagos atendem ao mais variado público que vem de todas as localidades e chegam a se hospedar em cidades vizinhas.
Bananeiras oferece um São João refinado para todas as faixas etárias. Nessa época, os hotéis e condomínios da região ficam lotados e a cidade se enche de visitantes que desfrutam do clima frio do brejo e das cachaças produzidas na região. Durante o dia, pode-se visitar os engenhos e a antiga estação de trem revitalizada que se encontra hoje com infraestrutura de restaurante, hotel pousada, lojas e museu. À noite, a prefeitura da cidade oferece todo o conforto aos presentes, e mantendo a tradição musical, se apresentam todas as noites trios de forró pé de serra em local coberto, protegendo todos da chuva típica da época, o piso é coberto por esteiras em PVC que tornam o dançar e o caminhar mais confortáveis e ainda para aqueles que preferem ficar sentados, mesas e cadeiras são disponibilizadas em quantidade suficiente para o público local.
Por último, vem o São João de Patos, não menos procurado, com foco maior no público jovem, a cidade sertaneja lota suas casas e hotéis e oferece gratuitamente show das bandas de forró mais cogitadas durante 10 dias de festa.
Vê-se com isso que do litoral ao sertão, a Paraíba oferece o melhor São João para todos os públicos e de todas as localidades, para aqueles que querem celebrar o Santo Festeiro, para quem gosta de comida farta, para quem gosta de dançar e por fim, para quem gosta da alegria que só o Nordestino

Nenhum Comentário

Os comentários estão fechados.