Umas & Outras

Fevereiro 2, 2016

UMASO Ermitão das Flores

É o nome do curta-metragem do diretor campinense Erik Medeiros, financiado pelo Fundo de Incentivo à Cultura (FIC Augusto dos Anjos), que fez sua etapa final de gravação em janeiro na cidade de Campina Grande-PB.

O Ermitão das Flores II
A ideia do curta é promover uma reflexão sobre a relação entre o homem e o meio ambiente. Onofre (personagem principal) é um jovem ator que busca sustento em outros empregos. Paralelo a isso, possui um mundo próprio: um meticuloso jardim criado à semelhança de um labirinto. Nesse espaço verde e ornamentado por flores, ele encontra sua sobriedade e austeridade espiritual.

O Ermitão das Flores III
A conscientização ambiental visando um mundo melhor é o grande sentido do projeto. A contrapartida social do filme – previsto para ser lançado no segundo semestre – foi o plantio de 700 mudas de flores em praças da cidade. 400 delas foram plantadas na Praça Alfredo Dantas, no perímetro do Centro Histórico da cidade.

ABRAJET-PB

A Abrajet-PB realizou no dia 25 de janeiro sua 24ª reunião da diretoria, liderada pelo jornalista Rogério Almeida. Na ocasião, Rogério entregou ao Secretário de Recursos Hídricos e Infraestrutura do Estado da Paraíba João Azevedo um documento elaborado pelo trade turístico paraibano com apontamentos para a melhoria da infraestrutura turística da capital paraibana. O documento é uma carta de intenções, haja vista que Azevedo é virtual candidato à Prefeitura de João Pessoa.

Eventos filosóficos e religiosos

Durante o período carnavalesco, Campina Grande recebe os tradicionais eventos filosóficos e religiosos. Encontro da Nova Consciência, MIEP (espírita), Consciência Cristã (evangélico), Crescer (católico) e Amigos da Torá possuem público cativo, um diferencial da cidade.

Visão da desembocadura do Rio Paraíba a partir do Santuário da GuiaLucena

Em novembro último, por ação do MPF, todos os quiosques e barracas da orla de Lucena-PB foram demolidos. Os comerciantes não conseguiram autorização da Secretaria do Patrimônio da União (SPU) nem mesmo da Superintendência de Administração do Meio Ambiente (SUDEMA) para atuar no lugar.

Lucena II

A Prefeitura Municipal, através de sua procuradoria, recorreu ao STJ e mesmo ganhando em primeira instância não conseguiu manter os comerciantes. Em 2013 foi criado o Projeto Orla que, sendo executado, terá 5 ilhas (com 2 quiosques cada), calçadão, ciclovia, academia popular e área de eventos.

Lucena III

O Projeto Orla espera recursos federais para sua execução, enquanto isso cresce as reclamações de turistas pela pouca oferta de opções de bares e restaurantes, como pudemos constatar neste início de verão.

Nenhum Comentário

Os comentários estão fechados.